quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Maracana Flamengo-Fluminense

Finally o clássico FLa-FLu!
Quando estavámos a tentar passar no meio daquela confusão à entrada que metia medo, não só pela quantidade de pessoas mas pelo ambiente no geral, comecámos a ver dezenas de pessoas a fugir a correr desesperadas na nossa direcção!! Nós em pânico, comecámos também a correr desalmadamente sem saber bem porquê nem para onde. Bem foi assim um 'mini' susto para dar mais adrenalina ao espetáculo!Quando acalmou o ambiente entrámos no estádio. Claro que a partir daí qualquer som mais estridente tipo fogo de artifício, eu e a Sara encolhíamo-nos com as mãos na cabeça ahaha Mesmo com susto incluído, foi um espetáculo lindo a não perder!! A sensação de se entrar no Marcanã é arrepiante e apesar da grande claque do flamengo fazer lembrar os NN (por causa das cores)é de facto uma torcida mortífera e avassaladora. Recomendamos a todos, vejam as fotografias!
video


quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Forró da Ilha (Barra da Tijuca)

Depois de uns dias de descanso cá está mais um bondinho que pegámos..Lembram-se da Márcia? Está logo aqui em baixo, só para relembrar é a minha querida professora de artesanato. Tudo se passou no passado domingo dia 27!

No sábado tinha estado a ter aula com ela, e ela perguntou-me se já tínhamos ouvido/dançado forro. Eu disse-lhe que não mas que queríamos imenso. Então, ela que pelos vistos é toda entendida do assunto perguntou se no domingo não queríamos ir com ela a um que é dos melhores (segundo a própria). Eu disse logo que sim, fiquei de perguntar à Carlota e Bea se queriam para combinarmos ir todas juntas. Assim foi, elas disseram que queriam vir, e como no domingo eu ia ter aula com ela, no fim íamos buscá-las e seguíamos.

O forró era na Barra da Tijuca, e tivemos a sorte de ter boleia para ir e voltar com um amigo da Márcia, o Vini que já vão ver nas fotografias. Desde já: obrigado Vini lol, soube muito bem ir e voltar de carro. No fim de um dia de aula (eu) e trabalho (Márcia) fomos ter com as meninas a casa e esperar pelo Vini.

Chegados à Barra, o forró era num sitio muito giro. Tinhamos que apanhar um barquinho para atravessar uma lagoa cheia de casinhas à volta, muita giro mm. Pena que por já ser de noite não dá para ver o espaço nas fotografias. Era mesmo giro porque parecia que estávamos fora da cidade. O próprio do forró era numa dessas casas que tinha no exterior reggae, snooker e tal; e lá dentro actuavam as bandas de forró.

A Márica deu-nos umas dicas e depois olha.. seja o que Deus quiser, cada uma foi aprendendo com o passar das músicas. Por acaso tivemos imensa sorte porque os amigos dela foram amorosos e ensinaram-nos com paciência lol. Iam dando dicas enquanto dançávamos, foi muita giro, mas com um piqueno senão lol: o suor!!! Estava um CALORÃO lá dentro, e sem perceberem como nem porquê (visto que é uma dança beem lenta) estão todos suadões lol. Bem desagradável, porque se nós estamos, então o nosso par está o triplo. Hummmm que bom!!!

Bem, no final da noite estávamos muita cansadas, aquilo parecendo que não cansa porque é dançado (é mais bonito ficámos a saber) em bicos dos pés (as raparigas). Lá voltámos para casa nós e….a Márcia! Nessa noite a Márcia dormiu lá em casa. Como vos disse ela mora em Niterói, mas nessa semana estava no Rio, em casa de uma amiga. Mas como voltar para lá de noite era perigoso ela dormiu em nossa casa, e assim na segunda acordámos cedinho e fomos para a praia para mais uma aula enquanto ela expunha suas coisas!

Infelizmente não fizemos nenhum vídeo para verem o ambiente. Foi um lapso, que para a próxima não acontecerá lol, mas deixo aqui umas fotografias só para conhecerem a grupeta!

Obrigado pelo programinha Márcia!! Gostámos imenso, muitos beijinhos

Sarmentona!

no barquinho a voltar do Forró
ora bem, da esquerda para a direita temos (lol) um prof. de forró, a Márcia e o Vini
daqui só falta conhecerem o João que está de amarelo

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Márcia!

Olá a todos!! Antes de mais preparem-se para mais um testamento (lol). Mas é um assunto importante para mim, portanto explique bem. Apesar de já ter começado há algumas semanas, só escrevi agora porque tenho andado um bocado baldas aqui com o bondinho virtual.. Mas aqui vai:

Quando cheguei vinha com uma ideia na cabeça que alguns de vocês já sabiam: aprender artesanato de bijuterias! Isto é uma coisa que eu Sempre quis aprender, e quando decidi fazer erasmus pus na cabeça que independentemente da cidade ía procurar alguém que tivesse um trabalho que eu adorasse e pedir para me ensinar.

Isto, porque todos os cursos que encontrei em Lisboa ou eram muito caros ou eram incompatíveis com a faculdade (pelos horários).E assim fiz, quando chegeuei abri logo os olhos à procura de um futuro professor. Ora, uma bela tarde estava eu a passear no calçadão com a bia e tinha-lhe estado a contar isso uns mins antes.. Quem é que eu vejo a vender no calçadão?? Uma das pessoas que eu tinha pensado pedir: uma rapariga que vendia as coisas de couro na feira hippie. Uma que eu “conheci” quando vim visitar a Ri o ano passado. Apaixonei-me pelo trabalho TODO dela e claro comprei umas quantas coisinhas. Ela trabalha principalmente com couro e pedras, mas também faz macramé, e trabalha com fio de aço e qq outra coisa que se lembrem..

Claro que assim que a vi pensei: é agora!!! Não posso perder esta oportunidade! Ora aqui a tripeira foi falar com ela.. Expliquei-lhe que estou cá a a estudar até Janeiro e q o ano passado vi as coisas dela na feira e nunca mais me esqueci pq tinha adorado, e que tinha o sonho de aprender e tal e tal.."Achas que me podes ensinar assim o básico para eu depois inventar?" Ela ao principio n estava a ser mt receptiva. Eu percebi q o grande problema dela era que achava que eu queria aprender para fazer e vender. Então n queria ter ali mais concorrência. Mas eu expliquei-lhe que gostava de aprender mas era mesmo para mim, para eu usar pq adoro aquelas coisas e gostava de fazer as minhas próprias, para além de que comprar é caro. E que gostava de aprender também para fazer os presentes dos meus amigos, família etc.. Ela disse que tinha que pensar e falar com o namorado, e que no dia seguinte eu passasse lá para conversarmos.

Assim fiz, voltei no dia seguinte (a tremer lol, só pensava se ela me ia dar uma tampa). É que era uma coisa que queria mesmo e tinha medo que ela n quisesse. Qd cheguei ela ainda estava um bocado distante, um bocado na defensiva sabem.. Dizia "ah e tal, é que sabes Sara, há coisas que eu faço q são só minhas e eu n queria passar para outros pq é o que distingue o meu trabalho. Por exemplo, a maneira como eu prendo as pedras, como eu as amarro eu só vi até hoje uma menina fazer igual aqui no Brasil. Todos fazem de uma outra maneira bem mais simples, e eu n queria deixar de ser único e de fazer um trabalho único". Estava assim com esse papo sabe. Mas eu expliquei-lhe que percebia perfeitamente isso, e que nunca lhe iria pedir para me ensinar os seus grandes segredos (lol), as coisas que a distinguiam. O que eu queria era só mesmo que me ensinasse o básico, as técnicas e truques básicos para eu a partir daí praticar e ganhar o jeito para depois inventar as minhas coisas.

Ela percebeu a msg lol. Então disse que SIM!!! Que me podia ensinar assim as técnicas para trabalhar em metal, para fazer macramé, para trabalhar em couro e fixar lá coisas, etc.. Macramé é o seguinte: estão a ver aqueles colares/pulseiras que são feitos com linhas e que costumam ter pedras assim incrustadas? Se não ponham na internet na busca de imagens.

MALTA FIXE, FIQUEI TÃO FELIZ MAS TÃO FELIZ que não imaginaM. Parecia uma criança quando voltei para casa para lhes contar o resultado da conversa. A Márcia nessa semana tinha que ir comprar material, então combinámos que eu ia com ela para comprar as minhas primeiras coisas para aprender. A sério, eu estava mm feliz!

Assim, fui com ela e com o marido (Anderson) que é também artesão para eles comprarem o material que precisavam para trabalhar, e eu para aprender hihi, regresso às aulas! Ela mostrou-me também os melhores spots para comprar coisas baratas e de qualidade. Quanto às aulas, moram em Niterói, e só vêm para o rio aos fds para vender. Então combinámos que de sexta a domingo eu podia aparecer lá na praia e ela ia-me ensinando.

Já tive prai 4 aulas, porque como sabem temos passado os fds quase todos fora, e ela durante a semana fica em Niterói a produzir a vender por lá.Já aprendi umas coisinhas básicas de macramé e de fio de aço, mas ainda falta muuuuuuuuuuuito para aquilo que quero lol. Ainda tenho muito para treinar e aprender até conseguir inventar as minhas coisas e conjugar várias técnicas. Mas com o tempo vou lá.. Vou sair daqui cheia de novos conhecimentos: artesanato e gestão lol, pode ser que ainda me lembre de mais alguma coisa para explorar..

Muitos beijinhos!


Primeiro incidente estrutural!

Hoje,mais uma vez, acordei com o barulho ensurdecedor das obras do andar de cima para a minha sorte mesmo em cima do meu quarto! Levantei-me cheia de sono,peguei no meu computador ainda meia a dormir e fui para a sala falar com a minha queridinha mae pelo skype.

Estava eu no meio da conversa com a minha mae quando alguém bate à porta, lá fui eu perguntar quem é, antes de abrir(aquelas lições muito úteis de quando eramos pequeninas ) e no meio de palavras e palavras conseguir perceber 'obras'. Abri a porta, com aquela esperança que viessem avisar que as obras iam acabar mas infelizmente não.. Apresentou-se um rapaz com uma t-shirt que dizia 'André electricista' e o seu colega. Estavam os dois com um ar meio assustado a tentar dizer que tinha havido um pequeno incidente e queriam ver se tinha causado muitos estragos. Entre gestos e pedidos de desculpa apontaram para a zona da casa onde tinha sido e claro, O MEU QUARTO!!
Lá fui eu com eles 'ver se tinha causado algum estrago' e não é o meu espanto quando vejo a minha cama com um bocado do tecto!! Olhei para cima e tinha uma bela vista panoramica da cozinha do vizinho! Eu sem saber o que havia de fazer ainda por cima a advogada da casa, a Sara, estava a dormir comecei a gaguejar ' mas ..voces..sao malu..cos?..ahh..eu podia ter morrido!!' lol (eu e os meus exageros claro, era uma placa do tamanho de uma mão aberta).

Pediram imensa desculpa e disseram que iam lá acima e já voltavam para resolver as coisas. Eu na minha ingenuidade achava que iam lá acima buscar o telemovel,um cartão ou assim para marcar um dia,qual quê!!Apareceram com um escadote numa mão e um balde noutra, montaram ali o kit e fizeram um pequeno 'remendo' no meu tecto.

Ahah e assim se passou a nossa manhã.

ps- aos que vão ficar hospedados cá em casa,familia namorados e amigos não se assustem a casa está em óptimo estado e é LINDA.

Beijinhos a todos =)